quinta-feira, 1 de maio de 2014

VILAR FORMOSO

Vila portuguesa, do concelho de Almeida, na regiom da Beira, com 2.220 habitantes. 

A presença judaica em Vilar Formoso remonta-se a quando da expulsom dos Judeus dos reinos de Espanha (1492), estimando-se em cerca de 35.000 que passaram a Portugal utilizando esta vila raiana. Destes Judeus expulsos, muitos espalharam-se polas aldeias raianas reforçando as comunidades já existentes ou, como no caso dos que se fixaram em Vilar Formoso, criaram umha judiaria.

Na atualidade ainda se conserva a Judiaria de Vilar Formoso, abrangendo a rua da Moureirinha, no Povo de Vilar Formoso, muito próxima da antiga Escola Primária Albino Monteiro. 


Apesar de se encontrar com o seu património muito adulterado, o município tem ideias para umha futura intervençom.


Durante a Segunda Guerra Mundial milhares de Judeus passaram pola Estaçom Ferroviária de Vilar Formoso, com vistos do Cônsul de Portugal na cidade francesa de Bordéus, Aristides de Sousa Mendes. Com este gesto, agindo contra as ordens da ditadura fascista de Salazar, entre os dias 17 e 19 de junho de 1940, o cônsul português salvou a vida a mais de 30.000 refugiados, entre os quais um terço de Judeus, das perseguições de Hitler. 

A façanha de Aristides de Sousa foi o maior ato individual ocorrido durante o conflito, situaçom que levaria à expulsom da carreira diplomática.


A câmara municipal de Almeida visa instalar um Museu "Vilar Formoso - Fronteira da Paz" nos antigos armazéns da estaçom ferroviária, umha vez que a linha da Beira Alta está associada ao antigo cônsul de Portugal em Bordéus, pois os refugiados entraram em Portugal de comboio. 
Vila Formoso, Fronteira de Paz
No quadro dum projeto municipal de desenvolver um Centro Expositivo subordinado ao tema "Evocaçom da Chegada de Judeus na Época da Segunda Guerra Mundial", a 17 de junho de 2013 a Câmara Municipal homenageou os descendentes dos refugiados da Segunda Guerra Mundial salvos por Aristides de Sousa. Assim, umha comitiva de cerca de quarenta e cinco cidadãos norte americanos, descendentes de refugiados judeus que tiveram como destino Portugal, passaram esse dia por Vilar Formoso e visitaram o país o país que acolheu os seus familiares fugindo à perseguiçom nazi.

2 comentários:

  1. As três primeiras fotos publicadas não são relativas à vila de Vilar formoso, mas sim a uma freguesia do concelho de Almeida chamada Malhada Sorda.

    ResponderEliminar
  2. Foram removidas. Muito obrigado pola correçom!

    ResponderEliminar